Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 25 de maio de 2018.
http://marcoadvogado.com.br/images/mab_123_13.jpg

Contas do Brasil têm gastos com larvas, aves marinhas e condimentos picantes



Arte de Camila Adamoli sobre fotos Wikimedia, I.ytimg e TCDN

Imagem da Matéria

Desvios de finalidade

O Brasil é hoje um grande desviador de finalidades, com dívidas vencidas de mais de R$ 1 bilhão. Os credores são organismos globais – a ONU é a principal, com mais de 20% do total. No rol dos que têm dinheiro nosso a receber há 120 nomes, entre eles alguns desconhecidos do grande público, como a Comissão Sericícola Internacional, o Acordo de Conservação de Albatrozes e a Comunidade Internacional da Pimenta-do-Reino.

O editor foi em busca das preciosidades.

• A Comissão Sericícola Internacional tem sede em Alès (França) e o Brasil aderiu a ela em 1979, por meio de um decreto (nº 84.203) assinado pelo então presidente João Figueiredo. Objetivo: “Desenvolvimento e coordenação dos trabalhos destinados a transformar o bicho da seda e outros insetos sericigenosos em tipos biológicos”.

• O Acordo de Conservação de Albatrozes é um tratado ambiental internacional, assinado em 2001 pelo então presidente Fernando Henrique. Tem base de operações na Antártida. Objetivo: “Reverter a diminuição de aves marinhas ameaçadas por espécies introduzidas nas colônias onde estas aves procriam”.

• A Comunidade Internacional da Pimenta-do-Reino, fundada em 1972, reúne Brasil, Índia, Indonésia, Malásia, Srilanka e Vietname. Nosso país ingressou em 1982, também no governo Figueiredo, “apoiando projeto da Organização Mundial da Saúde que busca comprovação científica de que a especiaria tem efeitos medicinais”.

Na prática, resultados zero em prol do País e provável vazão de dinheiro, alguns débitos e passivo financeiro crescente.

O Espaço Vital não encontrou ditados populares em relação ao bicho da seda e ao albatroz; relativamente ao condimento picante, sim. “Pimenta nos olhos dos outros é refresco” – é uma expressão popular empregada para pilheriar que os malfazejos da vida - quando ocorrem com outras pessoas - são mais fáceis de se encarar, indiferentemente do que quando ocorrem conosco.

De repente, alguém mistura albatrozes, bichos da seda e vários tipos de pimenta no mesmo caldo...

“Feirão do Joesley”

Joesley Batista está colocando à venda alguns de seus bens. Entre eles, o embasbacante apartamento de New York, na rua 53, defronte ao Museu de Arte Moderna. São 685 metros quadrados e cinco suítes, valendo R$ 45 milhões. Mas como o dono está em apertos, interessados seguramente poderão pechinchar.

Também estão sendo vendidos o iate "Why Not?", de 30 metros de comprimento, e uma ilha em Angra, comprada em 2013 e inaugurada com um show de Bruno e Marrone. Valem uns R$ 10 milhões e R$ 25 milhões, respectivamente.

A propósito: o MPF ainda não pediu, cautelarmente, a constrição judicial sobre esses bens. Se alguém souber o porquê, é favor informar. E-mails para 123@espacovital.com.br  

“Sobrinho vagabundo”


Há ações judiciais para tudo. No Acre, um sobrinho foi ofendido por uma tia, que reagiu por não ter sido convidada para o casamento dele, epitetando-o, internet afora, de “vagabundo”.

Na contestação, a veneranda senhora sustentou “não ter conhecimento do correto manuseio da rede social”, e que fizera a crítica só para uma irmã, “desconhecendo que o repique poderia se tornar de conhecimento público”.

A sentença concluiu que “a vergastada publicação fere a honra, sem que tenha havido motivo justo”.

A indenização será de... R$ 1 mil.

Dinheiro novo

Há uma recente constatação da Polícia Federal sobre parte dos R$ 51 milhões apreendidos no bunker de Geddel Vieira Lima.

É que muitos maços de cédulas têm numeração nova.

Isso sinaliza que pode ser dinheiro de propinas recentes. Ou pelo menos, a partir de 2 de janeiro deste ano.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

“É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um corrupto serial rico ser mantido preso por alguns ministros do STF”

 Flechadas verbais de Luís Roberto Barroso a colegas do Supremo, durante o Fórum Transparência e Competitividade, organizado pela Federação das Indústrias do Paraná.

• Gilmar Mendes fica ministro até 30 de dezembro de 2030 ?

 Sistema semipresidencialista a partir de 2023 no Brasil.

• STJ anuncia nova súmula sobre seguros.

OAB-RS exclui mais dois advogados

 Estão defenestrados do exercício profissional 32 homens e 17 mulheres. Sociólogos talvez possam explicar porque os profissionais do gênero masculino são os mais punidos.

 Indulto para Lula, se Ciro Gomes for eleito presidente?

 Maior jornal de Londres elogia Sérgio Moro como “o homem que encerrou cinco séculos de impunidade no Brasil”.

OAB-RS suspende advogado por 180 dias

Ex-dono do Grupo Educacional Facinepe, Faustino da Rosa Júnior (OAB-RS nº 65.305) tem seu nome envolvido em irregularidades na oferta de cursos de pós-graduação. Ele (E) chegou a distribuir títulos de “Doutor Honoris Causas” a pessoas famosas como Silvio Santos

Jeitinho brasileiro para agradar magistrados e promotores

•  O auxílio-moradia – sem lei, mas com acordo a ser homologado no STF – vai ficar valendo para sempre. Fora do teto constitucional e sem pagar imposto de renda. Saiba como!

•  A Advocacia-Geral da União teria mudado de opinião. “Rádio-corredor” do CF-OAB diz que é a “moda Gilmar”.

• Suzana Richtofen matou os pais em 2002. Mesmo sem ter filhos, vai curtir uma “saidinha” pelo Dia das Mães, durante seis dias...

•  Juíza acolhe reclamação de advogado porto-alegrense: “o promotor tá loco”.

“Quem Ensinou Fui Eu”: cantoras mato-grossenses para descontrair evento nacional da magistratura

•  O encontro jurídico tem patrocínio de empresas e de associação que congrega 13 mil cartórios. Políticos também estarão presentes.

•  A ação penal decana – contra senador - que está no Supremo desde 1998.

•  A advertência de Roberto Barroso sobre o sistema penal brasileiro: “Ele é feito para recolher um menino pobre e não consegue prender essas pessoas que desviam por corrupção”.