Ir para o conteúdo principal

Edição sexta-feira , 13 de julho de 2018.
http://marcoadvogado.com.br/images/mab_123_13.jpg

Em defesa da marca “IVI – Imprensa Vermelha Isenta”



Arte de Camila Adamoli

Imagem da Matéria

A vermelha IVI

Ardoroso torcedor do Grêmio, crítico até mesmo de dirigentes de seu clube e ferino analista de idiossincrasias de jornalistas da crônica esportiva que favorecem o Inter, em detrimento do Grêmio, o engenheiro-civil Ricardo Wortmann notificou, na última segunda-feira (5), por meio do 3º Cartório do Registro Especial, o radialista Pedro Ernesto Denardin, da RBS.

A iniciativa objetiva que o notificado “se abstenha de omitir direitos do notificante no que diz respeito à propriedade da marca ´IVI - Imprensa Vermelha Isenta´, bem com nomear a terceiros a criação da marca referida”.

Criador da sigla “IVI - Imprensa Vermelha Isenta” em 25 de junho de 2012 – e que logo resultou na criação de uma marca com o predomínio da cor colorada - Wortmann já realizou diversas peças e comercialização de produtos estampando a abreviatura IVI mencionada.

Em corredores de veículos de comunicação - embora o blog Corneta do RW também dirija críticas a profissionais da Cia. Jornalística Caldas Júnior e do Grupo Pampa, e do Morro Santa Tereza - a sigla IVI também é parodiada como “Imprensa Vermelha da Ipiranga” – numa provável alfinetada em jornalistas da RBS.

Na notificação entregue a Pedro Ernesto Denardin, o blogueiro Wortmann menciona ter realizado “pedido de registro da marca ´IVI - Imprensa Vermelha Isenta´ no Instituto Nacional de Propriedade Industrial na data de 02/02/2017, protocolo n° 912249854”. O pedido foi publicado na Revista de Propriedade Industrial na data de 21 de fevereiro de 2017 para que eventuais interessados – querendo e podendo – “manifestassem oposição formal ao pedido”.

Após o esgotamento do prazo legal para a oposição mencionada, resta somente a análise material a ser realizada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial para que seja atribuída, de direito, a propriedade da marca.

Wortmann  –  que é servidor da  Procuradoria-Geral do Estado do RS - diz que o “renomado radialista Pedro Ernesto” tem, em programas da Rádio Gaúcha, reiteradas vezes atribuído erradamente a criação da sigla (´IVI´) e da denominação (´Imprensa Vermelha Isenta´), como sendo criações do ex-dirigente do Grêmio Odorico Roman e do historiador – e também notório gremista - Eduardo Bueno (o “Peninha”). Publicamente, os dois já se manifestaram, afirmando não serem os criadores.   

A notificação extrajudicial objetiva que Pedro Ernesto “se abstenha de omitir direitos do notificante no que diz respeito à propriedade da marca ´IVI - Imprensa Vermelha Isenta´, bem com nomear a terceiros a criação da marca referida, sob pena de, não atendida esta notificação, justificar a tomada de medidas judiciais”.

A notificação ressalva que “não constitui qualquer limitação ao direito de liberdade de expressão e tampouco censura ao veículo de comunicação”. O engenheiro e blogueiro Wortmann admite que Pedro Ernesto e a empresa na qual emprega sua força de trabalho são comprometidos com a verdade dos fatos e responsáveis pela apuração das informações que veiculam.

E, assim, arremata que a notificação “contribui para a divulgação correta de fato equivocadamente informado pelo notificado durante o programa de maior audiência do rádio gaúcho”.

 Contraponto

Nesta quinta-feira (8), o Espaço Vital pretendeu ter o contraponto do radialista. A solicitação que lhe foi enviada não foi respondida.

 Carnaval gordo

O séquito de Temer, Marcela e o filho do casal, durante o Carnaval no Rio, terá 40 pessoas – a maioria delas já está viajando para lá nesta sexta-feira, em avião da FAB.

São seguranças, cozinheiro, copeira, faxineira, babá, assessores e outros de funções assemelhadas, para todo o apoio durante os quatro dias de descanso na Restinga da Marambaia. Só a primeira dama pediu uma equipe de 20 servidores.

Coisas de um dos mais impopulares presidentes que o Brasil já teve.

 Narcisismo

O ministro Carlos Marun – aquele que, com ares de pitbull, sempre defende Temer nas idas, vindas, curvas, corredores e segredos – saiu-se anteontem com uma nova autoimagem, tipo Lulinha paz e amor.

São de Marun duas egocêntricas frases: “Sou apaixonado por mim como político. Eu sempre votarei em mim mesmo”...


Comentários

André Schleich - Advogado 09.02.18 | 06:29:13
Isso é ridículo.
Jose Velasques - Servidor Publico 08.02.18 | 19:14:38

Gosto dos textos do Marco Antonio Birnfeld. Sou fã do Rogerio Mendelski.

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Reflexos e rescaldos de um plantão controvertido

• AJUFE não defenderá Favreto se ele for denunciado por prevaricação. Na eventual ação penal cabem transação penal e suspensão condicional da pena.

 Das redes sociais: “Outrora atribuída a advogados desqualificados, nosso país acaba de criar a figura do desembargador de porta de cadeia”.

 O “tríplice milagre” realizado por Lula.

•  “Rádio-corredor” forense anuncia candidato de oposição às eleições da OAB-RS. Mas o objetivo é 2021.

O polêmico desempenho do desembargador Favreto, no controvertido plantão do TRF-4

• O Espaço Vital pediu a opinião de 20 advogados sobre a confusão jurídica do domingo. Entre as respostas, veio à baila o ensaio da Grécia antiga: “Ne sutor ultra crepidam”.

 Google vence Xuxa definitivamente. Insucesso da ação que buscava a remoção de imagens e links a quem digitasse, no mecanismo de buscas, o nome da apresentadora e “pedófila”.

 Clamor feminista pretende que a OAB passe a chamar-se Ordem da Advocacia do Brasil. Sonho que fica para 2019 ou 2020.

• Só uma seccional estadual da OAB tem, atualmente, mais advogadas do que advogados.

 Mas as estagiárias já são maioria, na estatística nacional.

Salvo surpresas, Gilmar Mendes fica no STF até 30.12.2030

 Facchin indefere o pedido para que o Senado analise o impeachment do ministro colega. E a PGR não vai recorrer.

 Novo round no julgamento do caso que gerou a acusação de suposta corrupção no TJ de Santa Catarina: ontem, o voto- vista do vogal.

 Advogado gaúcho analisa supremas incoerências recentes do STF

Indenização para Luciano Huck por uso indevido de seu nome em lançamento imobiliário

 Decisão do STJ confirma a condenação da Cipesa, construtora de luxuoso empreendimento residencial em São Paulo, mas isenta a imobiliária que fez a comercialização.

 Conselho Seccional da OAB-RS exclui mais três advogados.

 A internacional Environment Justice Atlas aponta conflitos socioambientais em três casos no RS: um deles é a demora da Justiça gaúcha em decidir o caso do atropelamento coletivo de 17 ciclistas.

 Os gols financeiros que os planos de saúde festejam durante a Copa do Mundo.

O “auxílio-malhação” não chegou a colocar juízes e desembargadores em forma...

• CNJ breca funcionamento de academia judicial, exclusiva para magistrados e familiares, paga com dinheiro público.

 No STF, “rádio-corredor” aponta a Suprema Trinca. E quem são os integrantes da “câmara de gás”? Por que uma Turma é chamada de “jardim do Éden”?

 49% dos brasileiros dizem não saber o que significa uma pessoa transgênero.

 Abuso na Câmara: em três anos, R$ 9,9 milhões de gastos com jatinhos e helicópteros.