Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de maio de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 11).

Repórter policial Paulão morre em acidente grave durante a madrugada



Divulgação

Imagem da Matéria

Paulão: o "perseguidor da chineçagem"

O repórter policial Enildo Paulo Pereira - o "Paulão" - que apresentava o programa Polícia em Ação, no Canal 20 da Net e que também trabalhava na Rede Bandeirantes de Televisão (RS)  - morreu em um acidente na ERS-122, em Farroupilha, na serra gaúcha, por volta das 6 h de hoje (27). Junto faleceu o cinegrafista Ezequiel Barbosa.
 
Um dos bordões usados por Paulão repetia que "não tem pra chinelagem, pra malandragem, pra vagabundagem! Mentiu pro tio, contou pro vô, a casa caiu, a cobra fumou!"

O acidente envolveu três carros com jornalistas que iriam cobrir uma operação do Deic, três viaturas policiais e um caminhão carregado com laranjas. A colisão provocou interrupção total nos dois sentidos na altura do km 47 da rodovia conhecido como "curva da morte".
 
No local, o controlador de velocidade desativado. Equipes foram até o local para retirar óleo e laranjas que ficaram espalhadas na pista. A perícia também foi chamada. Os corpos já foram removidos.
 
O acidente envolveu três carros com jornalistas que iriam cobrir uma operação do Deic, viaturas policiais e um caminhão. Várias pessoas presas nas ferragens. Ainda não há informações sobre o total de feridos nem a gravidade dos ferimentos.
 
Conforme a polícia, o caminhão teria invadido a pista contrária em um trecho onde é proibido ultrapassar e atingido os outros veículos. O motorista do caminhão, João José de Araújo, foi submetido ao teste do bafômetro, que não apontou consumo de bebida alcoólica. Ferido, ele foi levado para um hospital e, depois, seria encaminhado para prestar esclarecimentos à polícia. Ele disse que os freios do veículo falharam.

Foram encontrados dois comprimidos dentro do caminhão, que havia saído de Vacaria por volta das 2h. O material será analisado. A polícia suspeita que seja uma substância utilizada para evitar o cansaço.

Os mortos

* Enildo Paulo Pereira, o "Paulão", repórter da TV Bandeirantes RS

* Ezequiel Barbosa, cinegrafista da emissora. Dirigia o carro da Band RS.

A relação dos feridos

* Cid Martins, repórter da Rádio Gaúcha - internado no Hospital São Carlos, em Farroupilha, em estado estável. Segundo a direção do hospital, ele está bem, conversa, medicado e aguarda somente o resultado de um raio-x para receber alta.

* Marcelo Oliveira, fotógrafo do Diário Gaúcho - internado na UPA Bom Princípio, estável. Será encaminhado para o Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, para fazer uma tomografia.

* Eduardo Torres, repórter do Diário Gaúcho -  também internado está na UPA, somente em observação. Passa bem.

* Anderson Samuel Belmonte Alves, motorista - internado no Hospital de Bom Princípio; estável.

* Lúcio Pereira de Moraes, motorista — mesma situação de Alves. Internado no Hospital de Bom Princípio em situação estável.

* João José de Araújo, motorista do caminhão — Com ferimentos leves, internado no hospital.

* Dois policiais civis também foram atendidos na UPA de Bom Princípio. Eles já foram liberados - e não tiveram a identificação revelada.

A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Charge de Amarildo – www.amarildo.com.br

Cerco aos tribunais

 

Cerco aos tribunais

Revista IstoÉ registra que “contrariando um princípio fundamental da democracia - a autonomia dos Poderes - a presidente Dilma pressiona sem cerimônias ministros do STF, TSE e TCU a fim de evitar a aprovação de processos que podem levar ao seu afastamento da Presidência”.

Supremo reafirma o direito de criticar

Revertido acórdão que condenara o jornalista Paulo Henrique Amorim a indenizar o banqueiro Daniel Dantas. Decisão de Celso de Mello refere que “o interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade”.

"A tesoura que assombra a RBS"

Matéria assinada pelo jornalista Luiz Cláudio Cunha afirma que "o foco da Rede Brasil Sul de Comunicações não está mais no jornalismo".