Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de maio de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 11).

Barrigada jornalística "prendeu" ex-vereador



A operação Concutare da Polícia Federal, que prendeu 19 pessoas sob a acusação de corrupção relacionada a licenciamento ambiental, movimentou as atividades da imprensa ontem (29), e, em especial, do Grupo RBS. Tudo começou com uma barrigada jornalística.

O registro crítico do erro foi feito, com destaque, pelo saite Coletiva. Este veiculou que "a informação de que o ex-vereador Nelcir Tessaro estaria entre os detidos foi equivocamente divulgada pela jornalista Rosane de Oliveira, e reproduzida nos principais veículos da empresa".

Ainda cedo, na Rádio Gaúcha, na segunda-feira, durante o programa Gaúcha Atualidade, Rosane desculpou-se com o ex-vereador. “Quero começar lhe pedindo desculpas, ex-vereador Nelcir Tessaro, por ter incluído seu nome na lista dos presos, por uma informação equivocada que recebi”, explicou.

Conforme ela, a informação partiu de “uma fonte confiável, que tinha se enganado”.

O advogado Tessaro estava em casa, “acamado por uma gripe violenta”, quando soube do equívoco e da repercussão. “Fiquei surpreso, não tenho envolvimento nenhum com meio ambiente. Estou fora do Executivo há quatro anos; do Legislativo, há seis meses; e jamais tive essa atuação ou envolvimento com licenciamento ambiental”, afirmou, em entrevista de pouco mais de dois minutos, na Rádio Gaúcha.

Como consequência, Tessaro também ganhou espaço em Zerohora.com e no ClicRBS, que reproduziram a entrevista. No ‘Blog da Rosane de Oliveira’, a publicação que apresentava Tessaro entre os presos foi retificada, deixando de exibir o nome do ex-vereador.

Um novo post foi publicado com o título "Tessaro não está entre os presos".

Tessaro foi candidato, em outubro passado, como vice da chapa de Manuela d´Avila, nas eleições para a Prefeitura de Porto Alegre.

A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Charge de Amarildo – www.amarildo.com.br

Cerco aos tribunais

 

Cerco aos tribunais

Revista IstoÉ registra que “contrariando um princípio fundamental da democracia - a autonomia dos Poderes - a presidente Dilma pressiona sem cerimônias ministros do STF, TSE e TCU a fim de evitar a aprovação de processos que podem levar ao seu afastamento da Presidência”.

Supremo reafirma o direito de criticar

Revertido acórdão que condenara o jornalista Paulo Henrique Amorim a indenizar o banqueiro Daniel Dantas. Decisão de Celso de Mello refere que “o interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade”.

"A tesoura que assombra a RBS"

Matéria assinada pelo jornalista Luiz Cláudio Cunha afirma que "o foco da Rede Brasil Sul de Comunicações não está mais no jornalismo".