Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre, sexta-feira, 16 de abril de 2021.
(Próxima edição: terça-feira, 20).

Essas revistas brasileiras são um lixo”, diz Lula sobre Época e Veja



Duas revistas semanais foram criticadas pelo ex-presidente Lula, que falou sobre o trabalho da imprensa em discurso durante a comemoração do 1° de maio da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Para o petista - que reconheceu ser agressivo em suas palavras - todos os jornalistas de Veja e Época, juntos, não representam 10% de sua honestidade.

"Lá na Operação Lava Jato estão esperando que alguém cite o nome do Lula. Aí, vem essas revistas brasileiras que são um lixo, não valem nada, falando a mesma coisa. Certamente, serei criticado por ser agressivo, mas queria dizer uma coisa olhando na cara da imprensa: pegue todos os jornalistas da Veja e da Época e enfie um dentro do outro que não dá 10% da minha honestidade", disse o antecessor de Dilma. O resumo foi publicado pelo saite Comunique-se.

A crítica do ex-presidente continuou ao falar sobre a "elite brasileira" e os veículos de comunicação que, segundo ele, foram ajudados durante os governos do PT. "Recebi muitos meios de comunicação falidos e ajudei porque acho que a comunicação tem que ser forte. Agora, eu queria dizer uma coisa: cada um olhe para o seu rabo em vez de olhar para o rabo dos outros".

Nesta semana, Lula é personagem da capa da revista Época, que traz matéria sobre investigação de tráfico de influência. "O Ministério Público abre investigação contra o petista por tráfico internacional de influência. Ele (Lula) é suspeito de ajudar a construtora Odebrecht a ganhar contratos na América Latina e na África com dinheiro do BNDES", diz a chamada principal da revista semanal da Editora Globo.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Charge de Amarildo – www.amarildo.com.br

Cerco aos tribunais

 

Cerco aos tribunais

Revista IstoÉ registra que “contrariando um princípio fundamental da democracia - a autonomia dos Poderes - a presidente Dilma pressiona sem cerimônias ministros do STF, TSE e TCU a fim de evitar a aprovação de processos que podem levar ao seu afastamento da Presidência”.

Supremo reafirma o direito de criticar

Revertido acórdão que condenara o jornalista Paulo Henrique Amorim a indenizar o banqueiro Daniel Dantas. Decisão de Celso de Mello refere que “o interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade”.

"A tesoura que assombra a RBS"

Matéria assinada pelo jornalista Luiz Cláudio Cunha afirma que "o foco da Rede Brasil Sul de Comunicações não está mais no jornalismo".