Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 07 de dezembro de 2018.
https://marcoadvogado.com.br/images/mab_123_11.jpg

Em defesa da marca “IVI – Imprensa Vermelha Isenta”



Arte de Camila Adamoli

Imagem da Matéria

A vermelha IVI

Ardoroso torcedor do Grêmio, crítico até mesmo de dirigentes de seu clube e ferino analista de idiossincrasias de jornalistas da crônica esportiva que favorecem o Inter, em detrimento do Grêmio, o engenheiro-civil Ricardo Wortmann notificou, na última segunda-feira (5), por meio do 3º Cartório do Registro Especial, o radialista Pedro Ernesto Denardin, da RBS.

A iniciativa objetiva que o notificado “se abstenha de omitir direitos do notificante no que diz respeito à propriedade da marca ´IVI - Imprensa Vermelha Isenta´, bem com nomear a terceiros a criação da marca referida”.

Criador da sigla “IVI - Imprensa Vermelha Isenta” em 25 de junho de 2012 – e que logo resultou na criação de uma marca com o predomínio da cor colorada - Wortmann já realizou diversas peças e comercialização de produtos estampando a abreviatura IVI mencionada.

Em corredores de veículos de comunicação - embora o blog Corneta do RW também dirija críticas a profissionais da Cia. Jornalística Caldas Júnior e do Grupo Pampa, e do Morro Santa Tereza - a sigla IVI também é parodiada como “Imprensa Vermelha da Ipiranga” – numa provável alfinetada em jornalistas da RBS.

Na notificação entregue a Pedro Ernesto Denardin, o blogueiro Wortmann menciona ter realizado “pedido de registro da marca ´IVI - Imprensa Vermelha Isenta´ no Instituto Nacional de Propriedade Industrial na data de 02/02/2017, protocolo n° 912249854”. O pedido foi publicado na Revista de Propriedade Industrial na data de 21 de fevereiro de 2017 para que eventuais interessados – querendo e podendo – “manifestassem oposição formal ao pedido”.

Após o esgotamento do prazo legal para a oposição mencionada, resta somente a análise material a ser realizada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial para que seja atribuída, de direito, a propriedade da marca.

Wortmann  –  que é servidor da  Procuradoria-Geral do Estado do RS - diz que o “renomado radialista Pedro Ernesto” tem, em programas da Rádio Gaúcha, reiteradas vezes atribuído erradamente a criação da sigla (´IVI´) e da denominação (´Imprensa Vermelha Isenta´), como sendo criações do ex-dirigente do Grêmio Odorico Roman e do historiador – e também notório gremista - Eduardo Bueno (o “Peninha”). Publicamente, os dois já se manifestaram, afirmando não serem os criadores.   

A notificação extrajudicial objetiva que Pedro Ernesto “se abstenha de omitir direitos do notificante no que diz respeito à propriedade da marca ´IVI - Imprensa Vermelha Isenta´, bem com nomear a terceiros a criação da marca referida, sob pena de, não atendida esta notificação, justificar a tomada de medidas judiciais”.

A notificação ressalva que “não constitui qualquer limitação ao direito de liberdade de expressão e tampouco censura ao veículo de comunicação”. O engenheiro e blogueiro Wortmann admite que Pedro Ernesto e a empresa na qual emprega sua força de trabalho são comprometidos com a verdade dos fatos e responsáveis pela apuração das informações que veiculam.

E, assim, arremata que a notificação “contribui para a divulgação correta de fato equivocadamente informado pelo notificado durante o programa de maior audiência do rádio gaúcho”.

 Contraponto

Nesta quinta-feira (8), o Espaço Vital pretendeu ter o contraponto do radialista. A solicitação que lhe foi enviada não foi respondida.

 Carnaval gordo

O séquito de Temer, Marcela e o filho do casal, durante o Carnaval no Rio, terá 40 pessoas – a maioria delas já está viajando para lá nesta sexta-feira, em avião da FAB.

São seguranças, cozinheiro, copeira, faxineira, babá, assessores e outros de funções assemelhadas, para todo o apoio durante os quatro dias de descanso na Restinga da Marambaia. Só a primeira dama pediu uma equipe de 20 servidores.

Coisas de um dos mais impopulares presidentes que o Brasil já teve.

 Narcisismo

O ministro Carlos Marun – aquele que, com ares de pitbull, sempre defende Temer nas idas, vindas, curvas, corredores e segredos – saiu-se anteontem com uma nova autoimagem, tipo Lulinha paz e amor.

São de Marun duas egocêntricas frases: “Sou apaixonado por mim como político. Eu sempre votarei em mim mesmo”...


Comentários

André Schleich - Advogado 09.02.18 | 06:29:13
Isso é ridículo.
Jose Velasques - Servidor Publico 08.02.18 | 19:14:38

Gosto dos textos do Marco Antonio Birnfeld. Sou fã do Rogerio Mendelski.

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos diz que homens e mulheres “não são iguais”

 Damares Alves (foto), anunciada como titular da pasta que será criada em janeiro, é advogada e pastora evangélica. Ela contou ter sofrido violência sexual aos 6 anos. É mãe adotiva de uma filha indígena.

 Um sutil puxão de orelhas dado pelo ministro Paulo de Tarso Sanseverino em dois advogados gaúchos.

 Políticos, esses grandes devedores da Fazenda Nacional...

 Férias pagas parcialmente antes do início do descanso motivam pagamento em dobro. Decisão é do TST.

Julgamento disciplinar de magistrados por suposto envolvimento em política partidária

  CNJ decide, no dia 11, os pedidos de providências contra o gaúcho Luiz Alberto de Vargas (TRT-RS) e outros nove magistrados.

  Vitória da situação advocatícia no RS consagrou uma frase: “A OAB não é partido político”.

  Supremos jeitinhos jurídicos para amenizar a corrupção: “É caixa 2”.

Moro prepara pacote de medidas de combate ao crime organizado

 Entre os pontos que serão analisados pelo Legislativo está a proibição da progressão de regime a presos que mantêm vínculos com organizações criminosas.

 Com o efeito cascata em todo o país, o aumento para o STF traz um impacto financeiro de 1 bilhão e 400 milhões de reais, ao ano.

 O supremo séquito e os balangandans: Toffoli levou seis assessores a encontro dos juízes federais em Buenos Aires.

A juíza federal Gabriela Hardt não toca flauta!

  Vídeo apresentando a magistrada federal da Lava Jato como música amadora é fake!

  Imagens e áudio – de boa qualidade - exibidos em grupos de WhatsApp confundem a magistrada com a flautista Gabriela Machado, do grupo Choronas, de Santos (SP).

  Socicredi não pode usar a marca Sicredi. Decisão é do TJRS.

 Atraso habitual de ônibus do empregador é computado como hora extra em favor de empregado.

  Caso grave de Mal de Parkinson: STJ condena Bradesco a fornecer home care, mesmo sem previsão no contrato.

Resolução do TRF-4 limita a competência dos desembargadores plantonistas

  Para evitar a repetição da lambança do “solta/prende” Lula, ocorrida em 8 de julho, o relator vinculado poderá intervir nas petições, ações e recursos encaminhados ao plantão.

  “Rádio-corredor” do tribunal diz que se trata da “Resolução Anti-Lula”.

 “Rádio-corredor” da OAB-RS prefere a troca de vocativo: “Operação Anti-Favreto”.

 Os riscos de uso político do CNJ: por quê Sérgio Moro antecipou o seu pedido de exoneração da magistratura.

 “O Brasil terá um governo militar eleito e a população precisa se aperceber disso” – uma frase às claras.

  Expectativa para dezembro: a sentença da juíza Gabriela Hardt julgando Lula.

A última de Brasília: Temer embaixador na Transilvânia

   A figura do vampiro é bastante presente no imaginário popular e no cinema. O “morto-vivo” está fartamente inserido na cultura política.

  Trocando seis por meia dúzia: depois do “auxílio-moradia”, a gestação do “acréscimo por tempo de serviço”.

  Dicionários on line incorporam a expressão “penduricalho”: equivale a balangandan.

   A diferença entre o salário mínimo e o rendimento médio do trabalhador brasileiro está cada vez MENOR. Mas o aumento para a magistratura está a caminho.