Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 21 de dezembro de 2018.

Gafe na piscina



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

O advogado e a promotora de justiça – ambos radicados em comarcas diferentes no Sul, mas próximas - constituíam um jovem casal que, poucos dias antes, convolara núpcias. Eles partiram à Jamaica, para lua-de-mel.

Cedo, na manhã seguinte após a noite de chegada, eles foram mergulhar na grande piscina de água tépida. A jovem esposa estreava um novo biquíni. Nadando, ela percebeu que as duas peças eram muito grandes; por isso, as partes de cima e debaixo “saiam” frequentemente...

Como os dois eram os únicos na piscina, ela e o marido riam descontraidamente, enquanto mergulhavam para recuperar o sutiã e a calcinha.

Na mesma noite, o advogado e a promotora se vestiram socialmente para o jantar sofisticado no elegante restaurante do hotel. Sentaram-se defronte a uma grande vidraça de um enorme aquário. Este, curiosamente, estava desprovido de qualquer vida marinha ou aquática.

Quando a jovem esposa perguntou ao garçom por que o aquário não tinha peixes, ele sorriu protocolarmente e respondeu reticente:

- Isto não é um aquário ... esta é a piscina do hotel – que imagino que o casal já tenha conhecido ao longo do dia...


Comentários

Francisco Faria - Gestor Hoteleiro 01.03.18 | 09:46:47
Honisoit qui mal y pense...
Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Chargista Kauer

A “Menina Veneno”

 

A “Menina Veneno”

Bem vivido, bom de bolso graças à consistente aposentadoria recheada de interessantes penduricalhos, o destacado ex-operador jurídico, viúvo, boa pinta -  se é que isso é possível para um cidadão com 70 de idade -  afinal sai com uma moça escultural, bem malhada, 24 anos.  De comum, entre eles, só o Direito.

Charge de Gerson Kauer

  O enterro da sogra que não morreu

 

O enterro da sogra que não morreu

A inusitada abordagem no plantão judicial forense. Como autorizar o funeral de uma provecta idosa, de aparência taciturna, que – como manifestação de última vontade - deseja ser sepultada no sítio em que reside? O texto é de Dirnei Bock Hendler, servidor judicial estadual (RS)

Charge de Gerson Kauer

A fama do João Grande

 

A fama do João Grande

Era uma ação penal contra um homem que estaria ofendendo e ameaçando a ex-esposa. As desavenças ocorriam porque ela postava, nas redes sociais, que o ex-marido vivia sempre na casa do João Grande, famoso na cidade gaúcha por ser bem-dotado.

Charge de Gerson Kauer

O gaúcho caloteiro

 

O gaúcho caloteiro

A difícil intimação de um fazendeiro, já conhecido no meio forense, como o Senhor Caloteiro. O êxito da diligência só acontece porque, no esconderijo, o devedor é acometido de coceira causada por urtiga.

Charge de Gerson Kauer

   A experiência dos velhinhos

 

A experiência dos velhinhos

Segundo a cartilha do banco, os saques mínimos no atendimento presencial seriam de R$ 200. Saiba como a idosa senhora - mãe de um advogado e avó de um estagiário do tribunal - convenceu o caixa de que ela tinha direito líquido e certo a sacar apenas R$ 50.

Charge de Gerson Kauer

Quando o suposto amor vira negócio

 

Quando o suposto amor vira negócio

O cliente, à hora da saída do motel, acelera o carro, derruba a cancela e se vai em desabalada fuga. Saiba porque, em Juízo, o tresloucado gesto do homem comove o juiz e obtém simpatia do dono do estabelecimento de hospedagem.