Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 21 de dezembro de 2018.
https://marcoadvogado.com.br/images/jus_colorada_5.jpg

Adeus ao Dr. Fábio



Grêmio FBPA - Divulgação

Imagem da Matéria

O doutor Fábio Koff, muito mais do que um presidente do nosso adversário, foi um homem que travou a sua passagem pelo mundo do futebol com letras maiúsculas.

Doutor Fábio, em um determinado momento da história do futebol brasileiro, trouxe luz aos clubes e, mais do que isso, recursos financeiros antes inexistentes, o que proporcionou um crescimento jamais vivenciado pelos clubes de futebol.

Foi um homem que viveu com dignidade e honrando sua formação jurídica e de magistrado.

Sem dúvida, seu nome fica registrado na história do futebol brasileiro.

O Gre-Nal de sábado

Há várias frases tentando definir a importância do Gre-Nal.

O Gre-Nal arruma a casa”; “Gre-Nal é Gre-Nal”; “Em Gre-Nal ninguém entra com vantagem”, etc.

Na atual circunstância, eu utilizaria outra: “Só Deus sabe!

Clemer, o vitorioso

Recém tive um feliz reencontro com o Clemer. Confesso que esse contato me trouxe lembranças de momentos inesquecíveis, principalmente porque vitoriosos e construídos com muita irresignação por parte de atletas com o perfil do nosso goleiro.

Para mim, o Clemer teve uma brilhante carreira com treinador da categoria de base do Internacional. Também foi vitorioso treinando o Brasil de Pelotas.

Depois de abraçá-lo afetuosamente, saí do encontro refletindo acerca da necessidade de ter alguém como ele “incendiando” o vestiário na véspera de um perigoso Gre-Nal. Eu nunca escondi que gostaria de ter, caso fosse dirigente, o Clemer como treinador.

Nunca entendi que futebol competitivo seja fruto de comportamentos complacentes.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Operação Papai Noel

“Polícia e Ministério Público à cata de ilícitos no Inter. Uma tremenda vergonha! Nada mais sobra imune às irregularidades administrativas no Brasil. Poderiam ter poupado o nosso clube, mas desconfio que os gatunos sequer colorados são”.

O recado das urnas

“Quem perde por pouco, perde por muito. O provérbio se aplica como uma luva na passagem colorada pelo Campeonato Brasileiro. Faltou foco, organização e liderança. Deixamos escapar o título que tanto os nossos torcedores almejam”.

Por entre os dedos da mão

“Chega de melo, chega de melado e chega de melaço! Lamentavelmente encerraremos mais um período de gestão no Sport Club Internacional sem a conquista de título. Deixamos passar, em 2017, o campeonato da série B. E em 2018 um Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil”.

O coronelismo no Inter já foi abandonado, ainda bem!

“A análise dos indivíduos, graças às redes sociais, flagrou a manipulação de muitas estrelas do jornalismo. Convido para que acessem os espaços virtuais das chapas, comparando as propostas”.

Terá pátio no Internacional !

Marcelo Medeiros (E) e Luciano Davi (D) serão os dois candidatos. “Um clube da grandeza do Inter só é gigante em razão da participação e interesse dos sócios, que são os verdadeiros donos. Convido os colorados a lerem os projetos de gestão, optando por aquele que represente a necessária confiança e eficiência”.