Ir para o conteúdo principal

Edição de terça-feira , 25 de junho de 2019.

Reunião da turma de Direito



Gerson Kauer

Imagem da Matéria

• Era 1988, um grupo de colegas de 50 de idade, ou pouco mais – todos operadores jurídicos. Aproximadamente metade de homens; outro tanto de mulheres. Encontraram-se num shopping, em happy hour, para escolher o restaurante onde, num jantar, em julho, comemorariam 25 anos de formatura.

Houve consenso por uma nova churrascaria da moda, a Picanha Excelência - porque as garçonetes usavam minissaias e os garçons eram “uns lindões, muito animados”.

• Dez anos mais tarde, 1998, em plena faixa etária dos 60, o grupo se reuniu novamente e mais uma vez a escolha do restaurante estava na pauta.

Decidiram pela mesma churrascaria Picanha Excelência, porque a comida era muito boa e havia uma excelente carta de vinhos.

• Dez anos após, 2008, faixa etária dos 70, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Optaram pela já tradicional churrascaria Picanha Excelência, porque tinha uma rampa, banheiro adaptado e até um pequeno elevador. Ademais, o cardápio era confiável e os preços moderados.

 Mais dez anos passaram e, em maio de 2018, aos 80 de idade, o grupo se reuniu novamente para a mesma coisa.

Por unanimidade ficou decidido que o novo encontro será em julho próximo, na churrascaria Picanha Excelência. Todos gostaram da ideia porque... achavam que nunca tinham ido lá...

>>>>>>>>>>

O leitor está rindo? Quem sabe, de repente, a gente também se encontra na churrascaria Picanha Excelência?...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

É sexta-feira no fórum!

 

É sexta-feira no fórum!

A paciência de uma advogada, diante do balcão de um cartório, na busca de um alvará pedido há 45 dias, e cujo processo teimosamente ficava imóvel numa das repetitivas pilhas. Mas – “obrigado Deus”, era sexta-feira, dia de o escrivão fazer o seu happy hour, porque ninguém é de ferro...

Charge de Gerson Kauer

O cheirinho da garagem...

 

O cheirinho da garagem...

Após estacionar seu automóvel, mais uma vez, defronte à garagem de uma residência, o advogado e professor de Direito encontra, no para-brisas, um bilhete ameaçador:  “Com todo o respeito, é a quarta vez que você põe o carro na minha garagem. Se você é homem, aperta a campainha que eu vou falar com você, seu merda”.

Charge de Gerson Kauer

“Senhores e senhoras, levantem-se!”

 

“Senhores e senhoras, levantem-se!”

Era o primeiro dia de audiências do novel juiz na comarca. Os advogados e as partes foram entrando na sala, sendo surpreendidos por chamativo aviso: “Em estrito respeito ao Juízo, todos deverão levantar-se no momento que o MM. Juiz adentrar a sala de audiências”. A severa escrivã também fazia a sua parte. Os advogados locais reagiram.

Charge de Gerson Kauer

Aparências enganam!

 

Aparências enganam!

Porta da frente, ou porta dos fundos? Dois dias depois das bodas, a surpresa: na comarca de entrância intermediária, Carlyson ajuizou ação de anulação do casamento contra a jovem esposa Jenifer. Ninguém imaginava o motivo. O experiente juiz logo entendeu tratar-se de “erro essencial quanto à pessoa”. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke.

Gerson Kauer - Divulgação

A loteria da cantada

 

A loteria da cantada

Na casa lotérica, a novel operadora de caixa, percebeu já nos primeiros dias de trabalho, que um dos donos do estabelecimento, insinuava-se com furtivos olhares. Sem demora, vieram furtivos toques de mão. E tudo desbordou em uma ação por dano moral decorrente de “intolerável assédio sexual com requintes de tentativa de indução à prostituição”.  

Charge de Gerson Kauer

A jurisdição terceirizada

 

A jurisdição terceirizada

A proposta instigante de um conselheiro de uma das seccionais estaduais da OAB: comprovar, judicialmente, que a jurisdição é prestada basicamente por assessores e estagiários. É hora de fazer de conta que tudo é ficção.