Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 10 de julho de 2020.

“Senhores e senhoras, levantem-se!”



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

O jovem juiz assumira na comarca havia 45 dias, em março daquele ano - e, graças ao “arranjamento de pauta” deixado pelo colega substituto que o antecedera - as audiências só começaram a pimpongar seis semanas depois, turno da tarde. Era, então, dia da primeira solenidade processual a ser presidida pelo novel douto magistrado titular.

Os advogados e as partes foram entrando na sala, sendo surpreendidos por chamativo aviso, em letras de tamanho 72: “Em estrito respeito ao Juízo, todos deverão levantar-se no momento que o MM. Juiz adentrar a sala de audiências”.

Na conjunção, para completar o contexto de tentativa de estímulo à juizite, quando o magistrado entrava, a escrivã batia rápidas palmas e determinava em dicção pausada, e ordenatória: “Todos de pé, por G-E-N-T-I-L-E-Z-A”!

A “determinação” (?) vigorou por três dias. E já na quinta-feira, a Subseção local da OAB lançou crítica nas redes sociais, afirmando que “os advogados não estão obrigados a cumprir tal obliterada exigência”.

O cartaz oficial foi, então, substituído por outro mais moderado, de mesmo tamanho, mas ainda assim verborrágico e despiciendo: “Solicita-se, nesta sala, a manutenção de condutas desejáveis, por todos aqueles que fazem parte da solenidade”.

Os advogados locais combinados – e após instruírem seus respectivos clientes – permaneciam sentados quando o juiz chegava, mas proferindo-lhe, sempre, em tom cordial de voz, cumprimentos de “bom dia”, ou “boa tarde”. Estes eram retribuídos, pelo douto condutor da solenidade, apenas com afirmativos maneios da cabeça.

Seguiu o tititi na comarca por mais uma semana, até que a Corregedoria determinou ao juiz que mudasse de postura. Foi assim, então, que na semana seguinte, o clima nublado aparentemente se dissipou com a afixação de um outro cartaz substituto: “Todos bem-vindos à sala de audiências”.

Detalhe: o novo recado oficial de boas-vindas estava estampado, em letras tamanho 36, numa folha branca de papel A-4, medindo módicos 29 x 20 cm.

E não se fala mais nisso...


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Notícias Relacionadas

Charge de Gerson Kauer

O dramático depoimento da vítima de estupro

 

O dramático depoimento da vítima de estupro

Na audiência de ação penal em que é buscada a persecução de um homem acusado de estupro, a defesa do réu lança uma indagação desrespeitosa e inoportuna: “Gostaria que fosse perguntado à ofendida se ela sentiu prazer e alcançou o orgasmo no momento do fato”.

Charge de Gerson Kauer

Goles odoríficos, mas encorajadores

 

Goles odoríficos, mas encorajadores

Na manhã fria, o respeitoso cidadão adentra na sala de audiências, para depor como testemunha. O atilado juiz logo percebe o cheiro específico de recente ingestão de cachaça e, com voz firme, questiona: “O senhor ingeriu bebida alcoólica antes de vir aqui?”

Charge de Gerson Kauer

O juiz não internado

 

O juiz não internado

Na sala de audiências, dia canicular - terno e gravata dispensados - o magistrado confere as decisões que o estagiário e o assessor, também ali presentes, haviam minutado. De repente adentra um estagiário de terno slim, jovial, que vai logo destrinchando prolegômenos, vênias e juridiquês,  etc., como se fosse o advogado da causa...

Charge de Gerson Kauer

Corona no coroa

 

Corona no coroa

A odisseia de quatro pessoas em pequena cidade do interior. A quarentena de um médico alcançado pelo coronavírus. E uma troca de casais como solução, depois da descoberta de um quentíssimo adultério. O texto é do advogado Carlos Alberto Bencke.

Charge de Gerson Kauer

Saudosas postagens no Instagram

 

Saudosas postagens no Instagram

Depois de um casamento feliz por oito anos, Renato e Renata se desavieram. E se divorciaram consensualmente. Meses depois um litígio judicial, entre ambos, por causa das fotos dela, que ele postava em seu Instagram. 

Charge de Gerson Kauer

Uma correntista linda, simpática, atraente

 

Uma correntista linda, simpática, atraente

Convocada pelo banco para atualizar seus dados cadastrais, a cliente com 26 de idade comparece prestativa. Formulários preenchidos, tudo ok, despedidas, etc. À noite ela recebe um torpedo no celular: “Lembra que te atendi hoje? Eu te achei linda e simpática, e fiquei interessado em ficar contigo. E, quem sabe, pode até rolar um sexo bom... Há possibilidades? Beijo’’.