Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 14 de junho de 2019.
https://marcoadvogado.com.br/images/jus_azul_caricatura_2.jpg

A IVI da Ipiranga e o espaço destinado ao Grêmio



A IVI (que não ec-xiste!) voltou a se superar, agora por meio de uma de suas sucursais. Falo do noticiário dos jogos deste final de semana. Meia página para a seleção brasileira, na vitória contra a grande seleção do Honduras. A outra metade para a seleção brasileira feminina de futebol, que ganhou da poderosa seleção da Jamaica por 3x0. A masculina meteu 7 gols no poderoso time dos hondurenhos.

A derrota do Inter já tinha sido noticiada na edição de sábado-domingo porque o jogo foi na sexta, no Rio, onde o Inter perdeu para o Vasco da Gama.

E a vitória do Grêmio contra um time do campeonato brasileiro da série A, o famoso Brasileirão? Levou um cantinho superior esquerdo. E a manchete, negativa, como não poderia deixar de ser, foi: “Vitória aos 44 minutos tira o Grêmio do Z-4”.

Bingo! A IVI se superando. Fico imaginando o modo como essas capas e manchetes são feitas, algo como a combinação Moro-Dallagnol. Você faz por ali, eu faço por aqui e ´pimba´ no Grêmio. Sem qualquer suspeição. Assim como a IVI também não é suspeita quando trata da relação Grêmio-Inter. Isso de IVI não ec-xiste, mesmo.

A IVI nega. Os integrantes da IVI negam. Ninguém assume suspeição. Como na série Arquivo X, a verdade está lá fora.

Pois com relação ao futebol, o Grêmio voltou a jogar mal. Thaciano mal. O time cansa ainda no primeiro tempo. O que dizem os fisiologistas, eles que detêm tanto poder? E por que tanta gente no estaleiro? O Grêmio é patrimônio de sua torcida. Como torcedor, tenho direito a uma accountability, prestação de contas, pública e transparente.

O que há com Luan, efetivamente? E o Paulo Miranda? E por que o Tardelli continua à meia-boca? Questões que devem ser respondidas.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentário
Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Espaço Vital.

Se for advogado(a) ou estagiário (a), informe qual a sua Seccional da OAB e o número de sua inscrição.




Mensagem (Máximo 500 caracteres)
Não devem ser usadas palavras inteiras em maiúsculas.
Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e contiverem links serão rejeitados.


Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Arte de Camila Adamolli sobre foto Uol Esporte

   Meus aforismos sobre a crise do Grêmio

 

Meus aforismos sobre a crise do Grêmio

“´Tratactus logico-futebolisticus´. Em 16 proposições, os pensamentos sobre o momento do Imortal Tricolor.  Entre estes, quatro perguntas instigantes: 1) São os jogadores que determinam o número de treinos por semana? 2) Quem dá o tom da intensidade dos trabalhos? 3) Quem dispensa determinados jogadores para não viajarem? 4) Diego Tardelli não viajou a Fortaleza (CE) para poder participar de um churrasco em Porto Alegre?

“Só o Grêmio como mandante perdeu” – é a ´flauta” da IVI do centro!

“Diori Vasconcelos é um poço de contradições. No pênalti marcado via VAR no Gre-Nal, ele disse que ´a imagem não pode estar parada, e por isso o VAR errou´. Mas no caso do impedimento do Cortez, domingo, somente se viu um peito projetado (as pernas estavam “legais”) com a imagem...exatamente parada”.