Ir para o conteúdo principal

Porto Alegre (RS), sexta-feira, 10 de julho de 2020.
https://marcoadvogado.com.br/images/jusazul.jpg

A IVI da Ipiranga e o espaço destinado ao Grêmio



A IVI (que não ec-xiste!) voltou a se superar, agora por meio de uma de suas sucursais. Falo do noticiário dos jogos deste final de semana. Meia página para a seleção brasileira, na vitória contra a grande seleção do Honduras. A outra metade para a seleção brasileira feminina de futebol, que ganhou da poderosa seleção da Jamaica por 3x0. A masculina meteu 7 gols no poderoso time dos hondurenhos.

A derrota do Inter já tinha sido noticiada na edição de sábado-domingo porque o jogo foi na sexta, no Rio, onde o Inter perdeu para o Vasco da Gama.

E a vitória do Grêmio contra um time do campeonato brasileiro da série A, o famoso Brasileirão? Levou um cantinho superior esquerdo. E a manchete, negativa, como não poderia deixar de ser, foi: “Vitória aos 44 minutos tira o Grêmio do Z-4”.

Bingo! A IVI se superando. Fico imaginando o modo como essas capas e manchetes são feitas, algo como a combinação Moro-Dallagnol. Você faz por ali, eu faço por aqui e ´pimba´ no Grêmio. Sem qualquer suspeição. Assim como a IVI também não é suspeita quando trata da relação Grêmio-Inter. Isso de IVI não ec-xiste, mesmo.

A IVI nega. Os integrantes da IVI negam. Ninguém assume suspeição. Como na série Arquivo X, a verdade está lá fora.

Pois com relação ao futebol, o Grêmio voltou a jogar mal. Thaciano mal. O time cansa ainda no primeiro tempo. O que dizem os fisiologistas, eles que detêm tanto poder? E por que tanta gente no estaleiro? O Grêmio é patrimônio de sua torcida. Como torcedor, tenho direito a uma accountability, prestação de contas, pública e transparente.

O que há com Luan, efetivamente? E o Paulo Miranda? E por que o Tardelli continua à meia-boca? Questões que devem ser respondidas.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Porque a IVI e a CIA deveriam ler Gulliver e “1984”!

“Gostamos tanto de futebol. Conhecemos as regras, podemos xingar o juiz, dizer palavrões e fazemos a nossa guerra particular, torcendo para os artilheiros furarem a defesa a barreira do adversário. Deveríamos aproveitar melhor os espaços nos meios de comunicação para tratar mais de cultura”.

O terraivismo, versão do terraplanismo futebolístico

Manchete de Pedro Ernesto: “Dupla Gre-Nal agoniza financeiramente na pandemia”. Ora, o Grêmio pode não estar tão folgado. Mas, por favor, comparar com as finanças do Inter, só com a tese dos dois demônios. O momento já tem até um slogan da IVI: “Vamos arranjar uma crise gremista”!

Foto: Creative Commons

Escolhida a seleção dos filósofos e o treinador

 

Escolhida a seleção dos filósofos e o treinador

“Quarentena, futebol parado, IVI bocejando, resolvi chatear os leitores com um assunto que é a antítese da linguagem chula, antítese de palavrões. Entre os escolhidos, unanimidade para Aristóteles, relembrado neste busto construído para homenagear o Liceu criado pelo filósofo”.