Ir para o conteúdo principal

Edição de sexta-feira , 19 de julho de 2019.
https://marcoadvogado.com.br/images/smj.jpg

O desafio de manter a privacidade na era digital



Meme das redes sociais sobre charge de Quinho

Imagem da Matéria

  Dormindo com o inimigo

Manter a privacidade na era digital é um desafio. Corporações como Google e Facebook coletam toneladas de dados pessoais para vender anúncios, enquanto armas cibernéticas circulam na rede, ao alcance de hackers criminosos. Mas o espião também pode estar dormindo em casa, ao lado de suas vítimas.

É o efeito perverso da multiplicação no mercado digital de empresas que oferecem aplicativos capazes de monitorar smartphones, sem serem detectados por antivírus. É a proliferação de ´spousewears´ ou ´stalkerwares´.

Criados principalmente para o controle de pais sobre os celulares de crianças, ou de patrões sobre funcionários com aparelhos empresariais, tais softwares começam a atrair outra clientela: pessoas em relacionamentos abusivos interessadas em espionar os parceiros.

“Casais em que um monitora o outro não têm chances de dar certo, pois não há mais respeito, confiança e privacidade” – a avaliação, teórica, sem nenhuma vinculação com qualquer caso prático, feita para o Espaço Vital, é de um desembargador de uma das câmaras do TJRS que julgam questões de família.

“Do jeito como estão indo as coisas, breve vão surgir ações judiciais com esse foco. O tema será ´Dormindo com o Parceiro que Passou a Ser Inimigo´” – palpita o magistrado.

  “Metaforense”

A partir desta sexta-feira (14), o Espaço Vital passa a contar, regularmente – a cada 15 dias – com os contos de autoria do advogado gaúcho Rafael Berthold, que algumas vezes já pontificou aqui com apreciados Romances Forenses.

Há duas semanas fez sucesso o seu texto intitulado “Depois da justiça ´self-service´, os advogados trabalhando em aplicativos com Uber, Cabify, 99 etc.”

O novo espaço se chamará “Metaforense”. Trata-se de um trocadilho com metáforas forenses, já fazendo um gancho com o prefixo meta, que significa “reflexão sobre si”.

“É o que eu realmente busco com essas estórias. Imagino que nós, operadores do Direito, façamos uma reflexão sobre nós mesmos, nossas atitudes, etc." – diz Berthold.

Saboreie o texto de hoje que comenta o Dia dos Namorados, comemorado na quarta-feira. Ele trata do(s) encontro(s) de um experiente advogado com uma interessante – mas pouco erudita – estudante de Direito.

Para acessar Manda Judis, clique aqui.

  Os perturbadores

O Procon divulgou o ranking das dez empresas que mais desrespeitam o consumidor que não quer receber ligações de telemarketing. Segundo o órgão, doravante a lista será publicada mensalmente.

A lista é composta basicamente por operadoras de telecomunicações. Os três primeiros lugares são Vivo, Net e Tim. Em quarto vem um tal de "Doutor de Todos", seguido por Claro, Sky, Oi, Itaú, BMG e Santander.

 Das redes sociais

Gleisi Hoffmann recebida com honras e fotos no Conselho Federal da OAB. É o PT se preparando para a tomada da Ordem”.

“Quem tem boca vai a Roma. Quem tem perereca vai a Paris!”

“Valor de mercado de Neymar cai R$ 277 milhões – diz estudo. Isso é bom para os franceses saberem como é bom comprar um Peugeot no Brasil”.

“Não é verdade que o Palácio do Planalto esteja preparando uma Medida Provisória pela descriminalização do pneu careca!”


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Kauer

Pérola processual e pérolas de corredor

 

Pérola processual e pérolas de corredor

· Advogado que, em causa própria, ganhou ação contra a Qantas Airways, terá que outorgar procuração a ele próprio...
· “Rádio-corredor” da Ordem gaúcha comenta o “ato institucional forense”...
· Agora, sério! Aprimoramento da legislação antitabagista traz quatro novas medidas apreciáveis.

Google Imagens

Quem estiver disposto a viver sem celular e sem internet móvel, levante o dedo!

 

Quem estiver disposto a viver sem celular e sem internet móvel, levante o dedo!

· Pessoas alérgicas a radiações, ou que desejam viver desconectadas, estão se mudando para a calma Green Bank (foto), em Virgínia Ocidental (EUA).

· A crise dos doutores brasileiros: mais 13% de desempregados, no primeiro trimestre de 2019, entre os que possuem diploma de curso superior.

· São 409 advogados a serviço do BNDES. Alguém mais se habilita?

· Sérgio Cabral e Eduardo Cunha agora são bons vizinhos no presídio de Bangu, no Rio.

· Revelar publicamente desperdícios de água é um ilícito civil?

Meme Charge Capital

Sentença na ação penal sobre o apartamento em São Bernardo do Campo pode sair em julho

 

Sentença na ação penal sobre o apartamento em São Bernardo do Campo pode sair em julho

• Os números da Lava-Jato comparados com a Operação Mãos Limpas, na Itália, em 1992.

• A defesa de Lula tem sido tenaz na repetição da alegação de não haver uma única assinatura dele imbricando-o na papelada do tríplex de Guarujá. É um fato.

 Mas o ex-ministro da Justiça José Paulo Cavalcanti Filho questiona: “A ausência de um documento assinado por Hitler seria suficiente para negar ter sido ele responsável pelo Holocausto”.

 Exame do Enem com provas digitais, experimentalmente, a partir de 2020.

 De Sérgio Moro para Gleisi Hoffmann: “Não sou eu o investigado por corrupção”.

Charge de Roque Sponholz – Humor Político

Dias Toffoli diz que “os ministros do Supremo têm que ter couro” para aguentar críticas

 

Dias Toffoli diz que “os ministros do Supremo têm que ter couro” para aguentar críticas

• Procurador do Estado do Rio, preso ontem por receber propina da Odebrecht, é autor de um compêndio jurídico: “O Ato llícito e a Responsabilidade Civil do Estado”.

 O desvio (com ´s´) do trajeto do metrô e o ´de$vio´ (com cifrão) que fez a obra subir de R$ 880 milhões para R$ 4 bilhões.

• Como foi que o Brasil, há nove anos, decidiu doar a Cuba US$ 4,9 bilhões?

Montagem EV

As lentas contas supremas

 

As lentas contas supremas

 O STF desacelera todo o “resto” e dá preferência ao vigor litigante da defesa que transformou os casos judiciais de Lula numa novela judicial, bem patrocinada, que nunca acaba.

 Despedida por justa causa: em caso gaúcho, TST afasta o 13º salário proporcional.

 STJ permite o registro de dupla paternidade sem a inclusão do nome da mãe biológica. O caso é catarinense.