Ir para o conteúdo principal

EV de férias! > Os 15 Romances Mais Lidos de 2019
https://marcoadvogado.com.br/images/fechamento.jpg

Bacharel formado em 1982 não precisa prestar Exame de Ordem



· Sem Exame de Ordem

O TRF da 4ª Região deu provimento a uma apelação em mandado de segurança e garantiu a um bacharel em Direito e delegado de Polícia Civil aposentado o direito de se inscrever nos quadros da OAB de Santa Catarina e exercer a advocacia sem se submeter ao Exame de Ordem. A 4ª Turma da corte entendeu que o impetrante Ilson José da Silva possuía direito adquirido à inscrição na entidade por ter cumprido os requisitos que eram vigentes no ano em que se formou, 1982.

O delegado aposentado ingressou com o mandado de segurança, em maio deste ano, contra ato do presidente OAB-SC, que havia indeferido o pedido de inscrição, sob o motivo de que era necessária a aprovação no Exame de Ordem.

O impetrante do MS se formou no curso de Direito da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) em dezembro de 1982, tendo feito o estágio de Prática Forense e Organização Judiciária e o exame de conclusão final, com a participação fiscalizatória de membros da OAB-SC e com a devida aprovação. Dessa forma, como disposto pelas Leis nº 4.215/63 e nº 5.842/72, vigentes na época, lhe foi autorizada a inscrição no quadro de advogados. (Proc. nº 50121478820194047200).

· Ninho do Urubu

A Justiça do Rio determinou, em antecipação de tutela, que o Flamengo pague pensão mensal de R$ 10 mil às famílias dos jovens mortos e feridos em incêndio. no Ninho do Urubu, que aconteceu em fevereiro deste ano.

Tal pensão é válida até que saia a decisão final cível do imbróglio envolvendo clube e familiares das 13 vítimas.

A ação foi formulada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro. O clube pode recorrer.

· Laudos fraudados

A Polícia Federal prendeu no Rio perito judicial acusado de fraudar laudos contábeis para a Fetranspor, para mascarar a necessidade de que as tarifas de ônibus tivessem que ser majoradas.
A ação pode levar a investigações sobre o Judiciário.

· Mais compras no exterior

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (5) em seu discurso na cúpula do Mercosul, em Bento Gonçalves (RS) que foi aprovada proposta brasileira para dobrar o teto de US$ 500 para US$ 1.000 para compras no exterior sem pagamento de impostos. A proposta autoriza cada Estado membro do bloco a elevar esse limite. Cada governo, portanto, vai decidir se seguirá o Brasil. A medida abrange aquisições fora de free shops, para os quais também haverá teto de US$ 1.000 em 2020.

A ideia é aproveitar essa medida, anunciada em outubro, e que começa a valer em 2020 para dobrar também o limite de compras no exterior sem impostos. Com isso, o brasileiro poderá comprar até US$ 2 mil no exterior no próximo ano.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser comentar ou esclarecer alguma notícia, disponha deste espaço.
Sua manifestação será veiculada em nossa próxima edição.

Comentários

Banner publicitário

Mais artigos do autor

Quem quer trabalhar como advogado para o TJRS?

 Decisão do Conselho da Magistratura aprova a criação do “cargo de provimento efetivo de advogado do Poder Judiciário”.

 Ex-governador Cabral assina delação e promete devolver R$ 380 milhões. Nomes do Judiciário são envolvidos.

 Projeto de lei pretende a dedução do Imposto de Renda do que for pago como honorários contratuais.

Penduricalho de R$ 528 milhões para advogados da AGU é alvo de ações no STF

 Valor se refere aos honorários de sucumbência. Comparativamente aos dez primeiros meses de 2018, a vantagem financeira , este ano, foi R$ 20,5 milhões maior.

 Senado aprova o nome de Tania Reckziegel, do TRT-RS, para mandato no CNJ.

 Prazo para filhas reclamarem direitos trabalhistas após a morte do pai começa a contar aos 16 anos.

TST terá a primeira mulher presidente a partir de 2020

• Ela é Maria Cristina Peduzzi, 67 anos, nascida em Mello (Uruguai), criada em Bagé (RS) e optante pela cidadania brasileira.

•  TST confirma acordo que permite flexibilização da jornada de trabalho. Precedente é oriundo de Pelotas (RS).

• Juiz Orlando Faccini Neto será o novo presidente da Ajuris. ´Rádio-corredor´ forense elogia: “É magistrado exemplar e de linha dura”.

 Concurso para juiz de Direito no RS aprova 29 candidatos. Os inscritos foram 14 mil.

 Agência antidoping tira Rússia de competições por quatro anos.

 TRF-4 limita prazo para que o INSS analise pedidos de idosos.

STJ edita nova súmula

•  Verbete nº 638 dispõe sobre a abusividade de cláusula em contratos bancários.

•  Prisão temporária de juiz baiano passa a ser preventiva.

•  Efeito 6 x 5 do STF solta o irmão de José Dirceu.

•  Rogério Mendelski deixa a Guaíba e ingressa na Band.

•  Recusa de retorno ao trabalho não afasta direito de gestante à estabilidade.

•  Lula pede no STF a anulação da condenação no TRF-4 pelo sítio de Atibaia.

•  Marcelo Odebrecht trabalho comunitário na Justiça Federal de São Paulo.

•  Palocci delata duas “ex-companheiras”.

Atraso de FGTS não é motivo para rescisão indireta do contrato

  TRT-4 entendeu que a ausência de depósitos não configura falta grave a ponto de tornar impossível a continuidade da relação de emprego.

  Defesa de Lula pedirá a anulação total da ação penal sobre o sítio de Atibaia. Petição de apelação tem 1.386 páginas.

  Mais de 1,2 milhão de mulheres sofreram violência entre 2010 e 2017.

  Cúmplice do ‘doleiro dos doleiros’ tinha tabela de propina a policiais.

 Mais agilidade na imigração de brasileiros que ingressam nos EUA.

  Morre Seabra Fagundes, presidente da OAB que sofreu atentado na ditadura.