Ir para o conteúdo principal

Nossa próxima edição será postada na terça-feira 1º de fevereiro de 2022
https://marcoadvogado.com.br/images/romance_forense.jpg

O magistrado surfista



Charge de Gerson Kauer

Imagem da Matéria

A história a seguir é de 2014 e pimpongou num evento nacional da advocacia. Em determinada corregedoria estadual começaram a chegar reclamações contra um magistrado praiano, que se revelara um "juiz s-t-q-q" - isto é, que comparecia ao foro apenas de segunda a quinta-feira, e que detestava ser plantonista.

O corregedor-geral resolveu conferir de perto e, para evitar surpresas, enviou um revelador e-mail ao colega subordinado: "Comunico que o visitarei na próxima sexta-feira para aferir sua rotina forense".

E assim fez. No saguão do foro "o juiz s-t-q-q" já esperava a autoridade e, após os abraços protocolares, ambos subiram ao gabinete.

Ali, cobrado pelas ausências, o juiz foi franco: “Eu não venho ao fórum nas sextas-feiras, porque nesse dia eu surfo. Mas faço isso enquanto também trabalho. É no meio do vai-e-vem das ondas do Atlântico que me flui a inspiração para sentenciar os mais complicados casos”.

O corregedor ficou surpreso, quando foi logo atropelado por um convite feito pelo juiz: “Vossa Excelência poderia também aproveitar nossas águas litorâneas, aprendendo a surfar”...

A autoridade visitante já se preparava para encerrar a “inspeção” (?), quando o magistrado local fez uma comparação puxassaquista: “Experimente o nosso mar, ele é muito bom; só não é perfeito porque suas águas marrons não têm a cor celeste dos seus olhos”.

Assim a correição foi encerrada.

O juiz surfista continuou a comparecer ao foro apenas às segundas, terças, quartas e quintas-feiras.

E as ondas seguiram balançando...

Qualquer semelhança com fatos reais será mera coincidência.


A PALAVRA DO LEITOR

Se você quiser esclarecer, comentar, detalhar, solicitar correção e/ou acréscimo, etc. sobre alguma publicação feita pelo Espaço Vital, envie sua manifestação.

Mais artigos do autor

Chargista Duke

Papai Noel visita a sede da OAB

 

Papai Noel visita a sede da OAB

O presidente da OAB chega à sede da instituição. Ele ainda se acomoda quando a secretária adentra aflita. “Doutor, aguarda-o na recepção um senhor de paletó e gorro vermelhos, camisa social verde, gravata cinza clara. Ele diz ser o Papai Noel, mas tem jeito de advogado...”

Pinterest

Shangri-la, a capital da magistratura

 

Shangri-la, a capital da magistratura

Última semana antes do recesso, o Doutor Sofrenildo, advogado zeloso, matutava sobre as perdas do mês, a maioria delas decorrente da impossibilidade de obter seus merecidos alvarás. Um conselheiro da Ordem Internacional dos Advogados sugeriu: “Tome o rumo do Himalaia e procure achegar-se aos condomínios de Shangri-la". Assim foi feito...

Charge de Gerson Kauer

Revelação a portas fechadas

 

Revelação a portas fechadas

Sem segredo de justiça, a apelação em julgamento começa a tratar da alteração do registro civil de uma mulher que fora registrada com nome e sexo masculinos. Começa então um rosário de surpresas.

Charge de Gerson Kauer

A reprovação do estagiário

 

A reprovação do estagiário

No recrutamento de mais um auxiliar para reforçar seu gabinete jurisdicional, o desembargador resolveu aferir a rapidez da Inteligência do candidato que exibia excelente desempenho. O jovem foi, então, desafiado a descobrir em qual box da garagem estava estacionado o automóvel (de placas discretas) do presidente da corte...

CHARGE DE GERSON KAUER/DIVULGAÇÃO EV/JC

Cofrinhos femininos

 

Cofrinhos femininos

Na grande rede de lojas, um de seus gerentes era um homem quarentão que não respeitava as subordinadas mais novas. Segundo uma ação trabalhista, “ele era abusado, fazendo as funcionárias passar por situações vexatórias; chamava-as de 'gostosas'; e sempre dizia querer intimidades com o ´cofrinho feminino´”.