Ir para o conteúdo principal

Edição de terça, 4 de julho de 2022.
(Próxima edição: sexta dia 8.)
https://marcoadvogado.com.br/images/sala_audiencias.jpg

A tragédia de quarta-feira em Porto Alegre



Visual Hunt

Imagem da Matéria

A tragédia que surpreendeu Porto Alegre, no amanhecer de quarta-feira, envolvendo a morte de cinco pessoas de uma mesma família, particularmente me chocou. Conhecia a família e, com proximidade, aquele que é apontado como autor.

Uma figura querida, solidária para com todos, exemplar pai, filho e marido. Homem de origem simples, mas que construiu uma grande empresa. Não era de ostentar, ajudava os familiares e as pessoas que com ele trabalhavam.

Posso garantir que algo parecido jamais passou pela cabeça dos que com ele conviveram. Era homem religioso, valorizava a família e enfrentava com fragilidade e sentimento a morte do sogro, com quem manteve uma sólida e fraterna relação.

É claro que agora todos buscarão motivação para a tragédia. Só há uma: a mente os seus labirintos e armadilhas.

Quem conheceu as cinco pessoas e o amor que o personagem central dedicava a todos, em especial ao filho, nem em um conto de ficção arriscaria uma história com esse final.

Bem, a morte encerra a vida, os seus mistérios e as suas circunstâncias.

Que todos descansem em paz em nossa memória, com a saudade e o respeito que merecem.


Mais artigos do autor

Imagem Camera Press

Brasil com déficit de civilidade

 

Brasil com déficit de civilidade

“Tornou-se moda o uso de mochilas, verdadeiros ´anexos às pessoas. Ocorre que alguém que usa mochila se vira - especialmente dentro dos aviões e dos ônibus - provoca uma verdadeira agressão no outro, um mochilaço...

Google Imagens

Sambando no tribunal

 

Sambando no tribunal

“Rio de Janeiro, 40 graus. A advogada com olhar fulminante, se aproxima do serventuário, provocando uma chuva de papeis, tipo confete em baile de carnaval. Logo ela começa a sambar e grita: “Diz à excelência que joguei os papeis para cima para sambar em baixo”.

PINTEREST

Em um mato sem cachorro

 

Em um mato sem cachorro

Vítima de um assalto em um salão de beleza, o que fez a jovem juíza ao constatar – no dia seguinte – que o primeiro reclamante na pauta de audiências era exatamente o autor do crime do dia anterior?

Google Imagens

Instinto selvagem durante a prestação jurisdicional

 

Instinto selvagem durante a prestação jurisdicional

A sequência da cruzada de pernas da atriz Sharon Stone no filme Instinto Selvagem é uma das mais conhecidas cenas do cinema, em todos os tempos. Pois aconteceu algo semelhante, numa vara trabalhista do RS. Uma jovem advogada deixou atônito o pequeno público da dependência forense.